05
Nov
08

Yes he/they could

Não sou pessoa de grandes venerações nem tenho nenhuma galeria de ídolos, seja de que espécie for, mas confesso que o Barack Obama me enche as medidas como poucas pessoas o têm feito nesta minha passagem pelo planeta azul. Independentemente do que venha a fazer (e creio que fará muito, apesar das resistências e pressões de ordem vária), acho-o, naquilo que é visível dos seus discursos e entrevistas, uma pessoa admirável. E um político do século XXI, da sociedade da informação, do futuro. Fiquei feliz por ele ter ganho. E também pela memória dos que ajudaram a construir o caminho até aqui, porque sonharam e acreditaram.

Anúncios

0 Responses to “Yes he/they could”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Twitter

Novembro 2008
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

%d bloggers like this: